Logo Vejapixel

Melhores práticas de link building para evitar penalidades do Google

Tópicos

Sofrer uma penalidade do Google é algo que todos têm receio, porém, existe uma lista de melhores práticas de link building que pode ajudar a fazer com que esse risco permaneça longe do seu site!

Não é preciso muito para entender o quão competitivo é o mercado online. Por isso, além de todas as estratégias de SEO (que são essenciais para um bom posicionamento nos mecanismos de busca), também é essencial jogar o jogo do Google. Ou seja, seguir as regras estabelecidas pelo buscador e passar longe de qualquer tipo de penalidade.

As penalidades foram feitas para que sites mal-intencionados não se aproveitem de táticas ilegais e antiéticas para passar na frente dos seus concorrentes. Porém, com isso, nada passa batido mediante ao buscador, fazendo com que as punições sejam temidas por todo mundo.

O fato é que um pequeno detalhe alterado no algoritmo é capaz de fazer com que todo o seu desempenho vá por água abaixo. Sendo assim, tomar os devidos cuidados, seguindo as melhores práticas de link building, é a chave para que sua marca não seja seriamente afetada.

Mas, quais práticas seriam essas? Se tem uma coisa que podemos adiantar é: quando o assunto é link building, a palavra “atalho” não faz parte do vocabulário. Por isso, continue lendo as próximas linhas e descubra o que você deve fazer para garantir o sucesso do seu site e evitar penalizações. Vamos lá?

Quais os tipos de penalidades do Google?

As penalidades são divididas em duas diferentes categorias: algorítmicas e manuais. Entender cada uma delas é algo fundamental para que se possa traçar estratégias conhecendo o real problema e causa de cada penalidade.

Penalidades algorítmicas

Trata-se de penalidades que acontecem de forma automática. O Google conta com diversos bots treinados para “varrer” as páginas disponíveis na web. Quando um deles se depara com algo que foge das suas diretrizes, penalidades são aplicadas instantaneamente.

É importante destacar que nem sempre uma notificação acontece antes dessa penalização.

Penalidades manuais

Trata-se penalidades direcionadas por um revisor do Google. Por se tratar de algo manual, quando uma penalidade desta é feita, uma notificação direta do Google Webmaster Tools deve chegar até você, facilitando a compreensão do que foi feito e o que você pode fazer para evitar que tal erro se repita.

Existem muitas razões nas quais pode se levar a uma penalidade, mas uma das mais comuns é a prática de Black Hat (ações que visam manipular as regras e práticas estipuladas pelo Google). Ou seja, estamos falando de spam, conteúdo enganoso ou fraudulento, práticas de link building consideradas inadequadas (como a participação de esquemas de troca de links), keyword stuffing, cloaking, PBN, link farming, entre outras.

O que você deve saber sobre as penalizações de links

Conhecendo as duas formas de penalização e tendo em mente que a prática de Black Hat é uma das causas mais comuns para tais penalizações, é hora de entender um pouco mais sobre o assunto.

1 – Um único conteúdo não te levará a penalidade

Vamos supor que você publicou um link artificial em seu site, porém, ao perceber, reverteu a situação, não fazendo mais tal ação. Auditorias mostram que, geralmente, a penalidade chega a sites que fazem uma combinação de mais de 3 tipos de manipulação de links.

Por isso, perceber o erro e corrigir o mesmo enquanto há tempo faz a diferença.

2 – O passar do tempo não quer dizer que você está livre de punições

O buscador não faz distinção entre links recentes e antigos. Por isso, backlinks negativos criados há anos atrás ainda podem prejudicar sua marca. Existem sites que receberam penalidades mesmo após 3 anos de conteúdo no ar.

3 – Reputação não importa na hora da penalidade

Independente se você conta com diversos links de entrada e possui um bom reconhecido na web: se os conteúdos publicados por você demonstrar táticas manipulativas ou artificiais, a penalidade mediante a spam chegará até você.

4 – A penalização pode atingir todo o seu site

Se engana quem pensa que a penalização pode ser feita apenas sob uma página ou seção específica. O mecanismo pode optar pelo embargo total do seu site.

5 – O texto-âncora precisa de cuidado e atenção

Você sabia que quase 50% dos casos de penalidades tem o texto-âncora com a correspondência exata da palavra-chave na qual o site está tentando ranquear? Pois bem! Os algoritmos do Google são bem eficientes e identificam esse fato, sinalizando o texto como spam.

6 – A remoção da penalidade e recuperação das posições perdidas leva tempo

Não pense que logo após fazer a exclusão dos links ruins, realizar uma varredura em seu site e avaliar cautelosamente cada conteúdo as penalidades já serão removidas. Em grande parte das vezes, são necessárias de 2 a 3 solicitações de reconsideração para que seu site saia da lista de penalidades.

Com isso, até 6 meses podem se passar para que você enfim volte a ser visto como um “bom site” pelo buscador. Inclusive, vale uma observação: se você não for cauteloso e paciente com suas solicitações de reconsideração, o processo pode se tornar ainda mais demorado.

Quais as melhores práticas de link building para evitar penalidades?

Pode parecer óbvio, mas a melhor e principal prática é seguir exatamente as orientações do Google, sendo elas do seu agrado ou não. Por isso, busque:

Produzir conteúdos de alta qualidade: Uma das melhores práticas de link building

A estratégia de link building é muito mais do que um link compartilhado e isso nós já falamos para você! A produção de bons conteúdos é algo essencial para que a estratégia dê certo e, sobretudo, para se evitar penalidades.

Você deve produzir conteúdos de alta qualidade, pensando sempre no seu público-alvo. Com isso, você conseguirá construir uma grande autoridade na web e tornar seu site relevante nas buscas, subindo suas colocações.

Além disso, fuja de conteúdos duplicados ou copiados de outros sites. Um conteúdo original é a chave e passo fundamental para a criação de pautas de qualidade. Tenha sempre o seguinte check-list em mente:

  • Conteúdo original;
  • Informações úteis;
  • Qualidade e relevância para o público-alvo.

Mas, não se esqueça: um conteúdo de qualidade não se resume apenas a produção de novos conteúdos. É preciso ter atenção aos conteúdos já publicados, os moldando e melhorando de forma assertiva. Para isso, você pode fazer uma auditoria, certificando-se de que a qualidade do seu conteúdo é alta, que as palavras-chave não estão em excesso e que as imagens contam com Alt Text.

A experiência do usuário deve ser prioridade: uma das melhores práticas de link building

Se você voltar alguns artigos atrás, verá que frisamos muito o fato de que qualidade é mais importante do que a quantidade quando falamos em uma estratégia de link building. Isso porque, quando um leitor entra em seu site, ele não quer ver apenas links posicionados. Ele quer um carregamento rápido de páginas, um design responsivo para seu celular e conteúdos que sejam realmente úteis para o seu problema.

Além de uma experiência muito boa, é importante garantir uma atenção especial a estrutura do site, afinal, o mecanismo de busca precisa rastrear e indexar o mesmo com eficiência, e uma estrutura exemplar ajuda neste quesito.

Por isso, busque montar URLs claras e informativas, focando em uma navegação fluída. Além disso, não se esqueça de descrever seus produtos e manter uma atualização regular, garantir informações atualizadas e implementar dados estruturados que possam passar mais confiabilidade.

Não se esqueça do Google Updates

O Google passa por novas atualizações regularmente e novas regras podem surgir sempre que elas acontecem. Por isso, para saber se sua estratégia de link building está infringindo alguma regra, você precisa entender o algoritmo.

Para garantir sucesso neste passo, faça análises sobre possíveis impactos e adeque as suas estratégias considerando as novas Guidelines do Google. Fique sempre atento à comunidade de pesquisa e você saberá quais os caminhos que deverá seguir.

Monitore a qualidade dos seus backlinks

Os conteúdos e os backlinks andam lado a lado e é claro que o monitoramento deles não poderia ficar de fora das melhores práticas de link building. Você deve fazer o monitoramento de forma eventual, buscando saber quais os tipos de backlinks estão sendo atribuídos ao seu site. 

Tenha em mente que quando um backlink é gerado, a autoridade daquele site também é repassada. Por tanto, é essencial contar cum uma boa autoridade e se certificar que os nichos entre os sites se conversam. Em caso de links tóxicos, providencie a remoção quanto antes.

Passe bem longe do Black Hat 

Sabe aquele famoso ditado: “o barato que sai caro”. Pois bem, as técnicas de Black Hat até podem encher os olhos por trazerem resultados rápidos para o seu site. Entretanto, quando falamos sobre longo prazo, os efeitos podem ser arrasadores.

Além de manchar a reputação da sua marca, você ainda enfrentará problemas de visibilidade mediante aos mecanismos de busca, podendo prejudicar diretamente a experiência do usuário.

Os famosos links ocultos, links em widgets, listagem de links ou até mesmo o puro spam, se um dia foram eficientes, este dia ficou bem no passado. Não caia na ideia de que um caminho mais curto existe quando se fala em link building.

Tenha em mente que os algoritmos do Google estão cada vez mais sofisticados e identificar práticas fraudulentas se torna algo cada vez mais fácil. Foque em um processo contínuo e em tudo que você viu neste artigo, assim, o sucesso chegará até você.

Fui penalizado pelo Google e agora?

A penalização é algo que ninguém deseja, mas se ela chega até você, é importante saber como agir. O primeiro passo é ter paciência e não tentar enganar o Google. Assim, com isso em mente, você deve:

Coletar informações importantes

A situação pede que você monte um verdadeiro arsenal para encontrar o problema e buscar a forma certa para revertê-lo. Por isso, você deve:

  • Identificar como a penalidade afetou você, se for em todo o site ou apenas uma página específica;
  • Conferir exemplos de URLs artificiais;
  • Se atentar em como ficará o ranqueamento, o tráfego e as palavras-chave do seu site com as quedas de posição;
  • Verificar a velocidade dos links do seu site, se atentando a picos de irregularidade de dados;
  • Conferir backlinks de origens diferentes.

Fazer uma análise profunda dos seus backlinks

Você deve checar todos os backlinks e classificá-los entre bons, pagos e spam. Infelizmente, não se pode controlar quem irá realização uma linkagem ao seu site. Portanto, você deve realizar análises regulares, sobretudo quando uma penalização chega até seu site.

Assim, após a análise e identificação de possíveis links tóxicos, você deve fazer a remoção dos mesmos. Se você, entretanto, considerar tal link relevante, entre em contato com o webmaster e solicite a alteração do atributo do link para “nofollow”.

Mas, caso seja necessário rejeitar, não exite. Prepare um arquivo de rejeição .txt e siga em frente. Inclusive, existem diversas ferramentas que podem te ajudar nessa missão.

Envie uma solicitação de reconsideração

Após seguir todos os passos, envie sua solicitação de reconsideração ao Google. Esta solicitação deve contar com uma descrição detalha sobre quais etapas foram tomadas e quais foram as correções feitas.

Já citamos anteriormente, mas vale relembrar: é preciso ter paciência neste ponto. Quanto mais você insistir em uma resposta rápida para a sua solicitação de reconsideração, mais pode demorar para você ter um retorno.

Tenha sempre as melhores práticas de link building ao seu lado e fuja de penalizações

Enfim, uma coisa é certa: lidar com as penalidades do Google envolve uma série de pontos complicados. Por isso, buscar por auditorias regulares de backlinks, bem como garantir backlinks qualificados são as maiores soluções para manter seu site limpo e monitorar possíveis irregularidades de dados.

Prevenir é a melhor opção sempre, afinal, uma penalização diminuirá sua classificação considerando o quanto você violou as diretrizes. Além disso, por mais que seja possível garantir a reconsideração, a recuperação total é gradual, demandando tempo e esforço.

Não se trata apenas de um link, se trata se uma estratégia que pode trazer grandes resultados a longo prazo, mas que pode levar a sua reputação para o ralo caso você dê algum deslize.

Por isso, não deixe de conferir todas as dicas para uma estratégia de link building de sucesso que elencamos em nossos demais artigos. Seguindo os passos certos e tendo bons parceiros, você ficará passos mais perto do sucesso.

Quer receber mais conteúdo como esse?

Inscreva-se e receba em seu e-mail as melhores dicas para gerar mais tráfego e venda para o seu site.

O seu e-mail estará seguro e você poderá removê-lo quando quiser.
Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários

Aumente o Tráfego Orgânico do seu site

Invista em link building e seja melhor posicionado nos resultados de busca do Google, Bing, Yahoo e outros buscadores.

undraw growing - homem e gráfico crescente
0
O que achou deste conteúdo? Comente!x
Categorias:
Compartilhe: