Logo Vejapixel

Quais as estratégias de link building que os especialistas mais usam?

Tópicos

Conheça as principais estratégias de link building utilizadas atualmente por especialistas e comece a aplicar em seu negócio!

Tornar o seu site mais atrativo e com maior autoridade por meio de backlinks pode ser uma tarefa um tanto quanto desafiadora sem um bom planejamento e estratégia. Aliás, não é para menos, considerando que o bom posicionamento do seu site em uma SERP é essencial para tornar-se conhecido. Mas, a maior dúvida quando se coloca isso em mente é: por onde começar?

Por meio do link building, é possível melhorar as posições que seu site ocupa nas páginas de busca, com um direcionamento de tráfego orgânico de maneira mais assertiva. Embora diariamente apareçam novas estratégias para você testar, é preciso entender as que mais são utilizadas pelos especialistas, aquelas que fazem sites e URLs bombar. 

Diariamente, diversos portais voltados para SEO e outras práticas de marketing digital divulgam pesquisas que apontam as técnicas de Link Building mais utilizadas. Portanto, hoje, separamos algumas dessas estratégias para você começar a aplicar no seu negócio – se ainda não começou! 

O que são estratégias de link building? 

Como já te falamos anteriormente, o link building consiste em uma estratégia macro que tem como objetivo conseguir backlinks que apontam para uma determinada página ou domínio. Ou seja, são aqueles links externos que você inclui no seu conteúdo, tanto para enriquecê-lo quanto para complementar assuntos com outras informações tangenciais. 

Porém, a ideia com eles é que você consiga conquistar maior relevância e autoridade sendo a fonte utilizada por outros portais ou domínios. Ou seja, o seu conteúdo será bom o suficiente a ponto de outros locais usarem como links externos. E, com isso, o Google, por exemplo, o maior buscador do mundo, entende que você é uma boa referência sobre o assunto e passa a te recomendar mais para quem pesquisar sobre o assunto. 

Assim, se o seu site não aparece nas primeiras páginas e não recebe links, tem uma possibilidade muito grande de o problema estar na estratégia de link building. Mas, é importante entender que todo esse processo é complexo e desafiador, e pode ter um tempo para começar a surtir efeitos em seu site. Por isso, é sempre importante começar o quanto antes. 

Qual a importância de estratégias de link building? 

A construção de links é uma das etapas mais importantes para o seu bom posicionamento em uma SERP. Seja em contato direto com um parceiro ou ganhando a linkagem de maneira orgânica, é dessa forma que você consegue se colocar como referência no assunto que pretende tratar. 

Aliás, neste ponto temos o pulo do gato: manter-se como referência de linkagem em renomados portais pode gerar bons resultados nas buscas por suas palavras-chave de referência. Bom demais para ser verdade? Pode acreditar que é uma realidade alcançável! Mas, é claro, o link building não funciona sozinho. Você também precisa olhar com carinho e aplicar boas técnicas de SEO em seu site, garantindo que a estratégia se amarre e obtenha melhores resultados. 

Mas, vejamos: se um site com um bom rankeamento, que tem uma boa autoridade no Google, indica seu site, ele está afirmando que o seu conteúdo e a informação passada é de confiança. E esse direcionamento também dá informações importantes para o robô da plataforma. Assim, quanto maior a autoridade do site que te linkou, mais autoridade ele passa para você. 

Quais as estratégias de link building mais usadas pelos especialistas?

Os especialistas em link building são aqueles que possuem alta experiência em criações de estratégias para a construção dos links e da autoridade do site. Eles trabalham com táticas específicas para alavancar os posicionamentos e tornar a classificação do site melhor nos mecanismos de busca. 

Mas não pense que o processo é igual receita de bolo, que é só seguir que o resultado é alcançado. Esses especialistas trabalham na tentativa e erro, buscando garantir uma boa resposta para o objetivo final. Pensando nisso, separamos algumas das principais estratégias de link building da atualidade para você conhecer e começar a implementar em seu projeto. 

Construção de artigos com bom conteúdo: uma das melhores estratégias de link building

Pode parecer um pouco redundante começar com esse tópico, mas na realidade, ele não deixa de ser importante. Já te contamos antes, mas reforçar nunca é demais: estamos numa fase em que conteúdo de qualidade reina na internet. Afinal, são tantos sites falando sobre o mesmo assunto – e tentando alcançar a tão desejada primeira página do Google – que, às vezes, é difícil confiar nas informações que encontramos. 

É por isso que não podemos abrir mão do marketing de conteúdo. Ele é uma peça essencial para a criação de conteúdos diversos e de alta qualidade, que enriqueçam a experiência do consumidor/cliente ou audiência. Além disso, não podemos esquecer que o conteúdo ser uma peça muito importante para o SEO do seu site. 

Ele pode ser apenas escrito – como textos de blog, por exemplo – mas também pode ser potencializado com imagens, vídeos, infográficos e o que mais possa tornar o conteúdo rico e mais informativo e completo. Assim, além de ser uma boa estratégia de marketing, também é uma ótima porta de entrada para o link building. 

Porque, com bons conteúdos, bem escritos, que desenvolvam a experiência do usuário dentro da sua página e melhorem sua performance nos mecanismos de busca de maneira geral, ele também se torna uma porta de entrada para as linkagens. Com isso, os mesmos passam a ser utilizados por outros portais para se tornarem citações ou ativos linkáveis orgânicos. 

É importante ir além do que se vê por aí

Já ouviu falar de “conteúdos épicos”? Esses conteúdos trazem em sua bagagem um grande número de informações sobre determinado assunto. Ele aborda, em comparação com a concorrência, o maior número de “pontas soltas” possíveis, para que o cliente consiga tirar o máximo de dúvidas sem sair da sua página. 

Assim, por possuírem um grande número de informações, acabam sendo fonte de referência – e citação – em outros conteúdos. Eles são bastante trabalhosos, sim, mas são parte essencial de uma boa estratégia de link building. E é por isso que começamos com eles – as outras estratégias não dependem, mas se beneficiam de ótimos conteúdos.

Materiais visuais são muito bem-vindos

Dica muito importante: os ativos linkáveis também geram bastante tráfego para o seu site – e devem fazer parte da sua estratégia de criação de conteúdo. Então, imagens, vídeos e infográficos, quando bem feitos, chamam a atenção de outros domínios. Afinal, o conteúdo visual pode resumir algum assunto e ser mais atraente ao olhar do leitor, sendo um bom complemento ao que já está sendo abordado no conteúdo. 

Isso também é válido para aquelas páginas que usam as imagens/infográficos/vídeos que você criou sem te citar. Percebeu que isso acontece? Entre em contato com o domínio responsável e peça a linkagem do seu domínio ou conteúdo de origem. 

Já ouviu falar sobre Guest Post? 

Essa estratégia também é bastante conhecida e muito falada no mundo do link building. Os Guest Posts – ou posts convidados – são utilizados quando parcerias são fechadas. De maneira geral, eles são materiais que o seu site vai criar para outros domínios, do mesmo nicho que o seu, que possuem mais autoridade que você.

Assim, com um conteúdo criado por você, como convidado, você receberá a linkagem para o seu domínio, recebendo junto o tráfego do site – que será bem-visto pelo Google. No entanto, atualmente, esse tipo de estratégia pode ser mais trabalhoso do que já foi um dia. 

Isso porque, antes, quando a estratégia de link building começou a bombar, era mais fácil receber uma boa “pontuação” por quantidade, não levando em conta tanto assim a qualidade. Como consequência, qualquer link gerava relevância. 

No entanto, agora, embora ainda seja possível conseguir bons resultados, é importante investir em guest posts de qualidade, com uma boa distribuição de linkagem, que façam sentido para a experiência do usuário. Em cada palavra-chave, você precisa ter bons conteúdos atrelados para que a estratégia realmente tenha o efeito desejado. 

Por isso, você não pode abrir mão de contar com um bom objetivo ao investir nessa prática. Escolher bons sites, estudar sua audiência, investir em bons conteúdos e realizar uma boa distribuição de conceitos, tornando-o o mais próximo possível de um conteúdo épico. 

No entanto, eles são bem vindos apenas se eles forem usados para gerar bons conteúdos para a internet, combinado? Sem utilizá-los em vão, apenas para a geração de backlinks para o seu site. Isso porque, o Google também pode punir o seu domínio se identificar que o uso de tal tática não tem uma finalidade informativa e que contribui em alguma coisa para o leitor. 

Assessoria de imprensa e influencers 

Outra forma de também receber bastante notoriedade e backlinks para o seu domínio é apostando em bons contatos com assessoria de imprensa. Isso porque ela pode ser um complemento à estratégia anterior, de Guest Post. Como falamos, não é mais tão simples utilizá-la e ter bons retornos (apesar de ser possível) como antigamente, então é preciso apostar em uma nova forma também. 

Assim, entra em cena a assessoria de imprensa. Em outro post, já te contamos que apostar em grandes veículos de imprensa pode ser uma boa para a sua estratégia de link building. E não é para menos, considerando que esses portais já recebem um grande fluxo de acessos diariamente, rankeiam bem nas páginas de busca de maneira mais orgânica e já têm o mais importante: a confiança do público. 

Ou seja, eles se tornam uma grande fonte de backlinks, gerando um grande número de visitas mensais para a sua página. Por isso, apostar na assessoria de imprensa, em bons relacionamentos com jornalistas, pode ser uma grande vantagem para o seu site. Mas, como você já sabe, o seu conteúdo deve ser bom, relevante e muito bem escrito para o seu público final. 

Afinal, para manter a relevância e autoridade, os portais de notícia buscarão fontes que passem a mesma ideia. Nada mais justo, não é mesmo? E é assim que um bom relacionamento começa. Além de um bom conteúdo, uma boa assessoria de imprensa que irá vender os conteúdos e as histórias 

Esteja atento às oportunidades de menções ou links quebrados 

Muito parecido com o que falamos anteriormente sobre as imagens e infográficos, as menções à sua marca também geram backlinks. Por exemplo, em um conteúdo sobre um assunto de seu nicho, você recebeu uma citação, mas sem a devida linkagem. Esta pode ser uma grande perda de backlinks para você. 

Por isso, sempre inclua em sua estratégia de backlinks a identificação de menções à sua página. Assim, com o contato feito ao portal que realizou a menção solicitando a inserção do link pode te render muito tráfego. 

Essa estratégia é bastante utilizada, por exemplo, por e-commerces. Se você revende uma marca, certifique-se de que você consiga se fazer presente no site oficial como revendedor – tornando a sua audiência ciente de que você existe. Ou, por exemplo, se você vende um serviço, busque em seu nicho domínios que possam te indicar como um prestador de confiança, trazendo, novamente, tráfego até o seu site. 

Já para os links quebrados, esse trabalho acaba tendo um peso ainda maior. É normal que todo site passe por atualizações – e isso pode tornar um conteúdo indisponível ou alterar uma URL. Entretanto, uma consequência de tal fato é você acabar perdendo o tráfego desse backlink, que não redireciona para o conteúdo correto. 

Por isso, também é sempre importante manter uma relação de todos os sites que possuem backlinks, para que você consiga pedir alterações da URL usada por uma que esteja mais de acordo com o seu site atualmente. 

Linkagem interna 

A gente te apontou várias estratégias de link building que dependem de outras pessoas, relações e links externos para acontecerem, certo? Mas o backlink também pode vir do seu próprio site, sabia?

Os links internos também são ótimas estratégias para continuar direcionando o seu leitor para o seu domínio, o levando para outros conteúdos que você já produziu e que também podem ser do interesse dele ou podem complementar o assunto de outra forma. Além disso, este tipo de trabalho ajuda o seu próprio site a transmitir autoridade entre essas páginas. 

Dentro dessa linkagem interna, existem outras estratégias que você pode abordar para a criação do seu conteúdo, que são, por exemplo, os Topic Clusters. Eles consistem basicamente em conteúdos em formato de guias ou outros formatos que abordam todos os pontos de um determinado tema. 

Esses clusters se derivam de um conteúdo base, pilar, que dá origem a outros conteúdos paralelos relacionados. Com isso, você tem um grupo de conteúdos, que pode te gerar links, otimização, ativos linkáveis e mais, com uma boa organização das informações. 

O que você deve evitar em sua estratégia de link building?

Saber o que os especialistas fazem é essencial, mas saber o que eles não fazem também é importante para que a sua estratégia de link building seja bem sucedida. E não é porque nós não gostamos disso: é porque o Google não gosta. E, sim, para isso, centenas de validações e muitas reproduções aconteceram. 

Compra e troca de links 

Apesar de parecer muito tentadora essa ideia de vender ou comprar um espaço em um domínio para a venda e a trocas de links, as Diretrizes do Google condenam essa prática. Sim, a interferência ou manipulação da experiência do usuário para a mera classificação do seu domínio irá gerar punição. 

O próprio Google deixa claro que algumas práticas dessa troca de links são proibidas, como, por exemplo:

  • Enviar produtos gratuitamente em troca de linkagem ou avaliação;
  • Trocas de links, no intuito de ter esses links em excesso;
  • Pagar por linkagens ou por postagens; 
  • Trocar produtos ou serviços pelo link.

Usar ferramenta de auto disparo de conteúdo 

Essa prática, que se alia ao ponto de assessoria de imprensa que apresentamos anteriormente, deve passar longe da sua lista de ações. A estratégia de link building, que envolve a assessoria, deve ser feita manualmente, com contato com os jornalistas ou editores, e não por meio de disparo de releases sem entender a quem. 

O Google deixa claro que essa prática de criação e distribuição de links pode gerar uma punição caso seja identificada

Spam 

Outra prática que você nunca deve fazer é a realização de spam. Estamos falando daqueles links em comentários de blogs, redes sociais e outros locais. O Google também considera, em suas diretrizes, uma prática passível de punição. 

Aliás, aqui vai um lembrete que talvez você nunca tenha pensado: deixar seus links nesses locais de comentários ou em locais de spam não agregará em nada a autoridade do seu site. Infelizmente, não é possível entender quem acessará – e se terá acessos – e também, nesses locais, geralmente há a atribuição do “nofollow”, que indica que os robôs não transmitem autoridade para o seu site caso sejam clicados. 

Embora muitos profissionais possam ter opiniões contrárias quando o assunto é estratégia de link building, é importante saber quais são as práticas mais usadas no mercado atual. Assim, você pode começar a implementá-las e entender se darão resultado para o seu nicho ou não.

E, por falar em resultados, não saia daqui pensando que tudo poderá ser feito em um estalar de dedos e o tráfego do seu site se multiplicará de forma instantânea. Existe uma união entre uma estratégia bem feita e o tempo para que os buscadores reconheçam a mesma. Por isso, a dica é: comece ainda hoje a implementar as dicas que demos no artigo.

Quer receber mais conteúdo como esse?

Inscreva-se e receba em seu e-mail as melhores dicas para gerar mais tráfego e venda para o seu site.

O seu e-mail estará seguro e você poderá removê-lo quando quiser.
Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários

Aumente o Tráfego Orgânico do seu site

Invista em link building e seja melhor posicionado nos resultados de busca do Google, Bing, Yahoo e outros buscadores.

undraw growing - homem e gráfico crescente
0
O que achou deste conteúdo? Comente!x
Categorias:
Compartilhe: